quinta-feira, 1 de novembro de 2007

DISCRIMINAÇÃO?

Sem desmerecer a comissão formada para selecionar os atletas que vão integrar o Projeto Bolsa Atleta, dei-me por conta da exclusão dos abnegados atletas de Corrida de Rua de Campos. Não sei os critérios utilizados para a seleção do contemplados. Parece-me que os atletas devem ser federados e ter índices federativos que justifiquem o benefício.
Mas uma pergunta que não quer calar; Como os atletas de ponta de Corrida de Rua de Campos, na sua grande maioria sacrificada economicamente, sem dinheiro inclusive para adquirir equipamentos básicos e necessários para uma boa performance, como um simples par de tênis, tão pouco sem dinheiro para pagar as taxas federativas, poderiam atender as exigências e critérios adotados pela comissão selecionadora dos contemplados? Sou da opinião que esses bravos atletas que, de uma forma ou de outra, com parcas ajudas da iniciativa privada e economias feitas por longo tempo, participam de eventos de corrida de rua, em várias partes do Brasil, elevando o nome de Campos, pelo simples fato de não ter índices exigidos pela Federação de Atletismo, fossem agraciados pelo Projeto.
Como tenho estreito contato com esses atletas, pude observar a revolta imperada nesses atletas. Inclusive, me coloquei a disposição deles para fornecer um ranking, resultado de competições locais e regionais, através do banco de dados particular que possuo.
Ao meu ver uma discriminação e um equívoco da comissão que elaborou a listagem dos contemplados. Pelo simples fato desses atletas serem os que mais precisam desse incentivo governamental. Vejam a listagem dos contemplados. Ah, não poderia de tecer uma crítica pela demora em se concretizar tão importante projeto, que já funciona há tempos em cidades vizinhas, com muita menos estrutura para concretizar este projeto.
Outro questionamento que faço, por ignorância: para se obter o benefício do “Bolsa Atleta”, os desportos não precisam ser desportos olímpicos? Todos os desportos abaixo são olímpicos?
SAI LISTA DO PROJETO DO “BOLSA ATLETA”
Por Leandro Nunes – 31/10/2007
Liberada este fim de semana a lista com os nomes dos 53 atletas que vão integrar o Projeto Bolsa Atleta, aprovado em novembro de 2006. O projeto passa a vigorar agora tendo como gestora a Fundação Municipal de Esportes (FME). Ao todos foram apresentadas 94 solicitações, de 21 modalidades esportivas, mas apenas 53 cumpriram as exigências do regimento da lei aprovada na Câmara Municipal.
Através desse projeto, estão aptos a receber o benefício os atletas praticantes de desportos olímpicos, pára-olímpicos e esportes regulamentados por ligas esportivas, federações e confederações. A definição das categorias foi feita com base nos resultados obtidos do ano de 2006 (ano da promulgação da lei). A liberação desta verba começará a ser feita nos próximos dias, quando a diretoria da FME irá anunciar quais os procedimentos que deverão ser seguidos.Os atletas contemplados receberão os meses outubro, novembro e dezembro e terão renovação em janeiro, quando passará valer por seis meses. A partir disso, em sistema de renovação automática e os atletas passarão sempre por novas avaliações técnicas.
Os valores são divididos em quatro categorias: A (R$ 1.500,00); B (R$ 1.000,00); C (R$ 600,00) e D (R$ 350,00). As avaliações foram feitas por comissão formada pelo diretor de esportes da FME, Narciso Dias, e os representantes da Secretaria de Educação, Ricardo Botelho e da Fundação Municipal da Infância e Juventude, Derli Barbosa Rodrigues.O presidente da FME, Ivanildo Cordeiro, afirma que estava ansioso por ver a definição deste projeto, que considera um dos mais importantes da Fundação.― É uma novidade em Campos e nós priorizamos esse projeto. Preparamos esse recurso no orçamento e pedimos uma suplementação para que fosse cumprida. Não vai ser ainda por seis meses, como previsto na lei, mas vamos atender por três meses, e em janeiro reabriremos as inscrições para 2008, aí sim, cumpriremos os seis meses ― garante Cordeiro.
Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes
CONFIRA A RELAÇÃO DOS CONTEMPLADOS:
Jiu Jitsu:
1- Patrick Guilherme Batista Siqueira 2- Leonardo de Souza Ayres Peçanha 3- Luiz Carlos Marques Machado
Natação
1- Laura Azevedo de Souza Crespo 2- Fabiano Angelo Borges 3- Deony Nascimento Baúa 4- Ilana Duncan 5- Felipe Brandão dos Santos 6- Diogo de Oliveira Souza 7- Leonaldo Caldas dos Santos 8- Gabriela Carvalho Farias 9- Mayara Batista Gomes 10- Mariellen Gomes da Silva 11- Rômulo Igor Azevedo dos Santos 12- Tamires de Souza Pereira 13- Ygor Estevão Santos 14- David Andretti Dantas do Vale 15- Rickson Lima de Oliveira 16- Matheus Samary de Almeida Abdu 17- Osvaldo Júnior Dutra da Silva 18- Gabriel Samarão da Mota
Kickboxing
1- Maxuel Gomes da Silva 2- Rafaela da Silva Madeira
Kung Fu
1- Patrícia Monteiro Teixeira 2- Welton Monteiro Teixeira 3- Níquison de Souza Azeredo 4- Charles Anselmo Mendes 5- Daiana da Cruz Nascimento 6- Carlos Wagner da Conceição Rosa
Remo
1- Alexsandre de Souza Chagas 2- Ricardo Silva de Almeida Jr. 3- Felipe Manhães Braga Gonçalves 4- Cristian Guimarães de Souza Coitinho
Judô
1- André Luiz Peirotti da Silva 2- César Augusto Ribeiro da Gama Júnior 3- Clarrissa Ribeiro Gomes Leandro 4- Diogo Ribeiro Gomes Leandro 5- Francisco de Alvarenga Leandro 6- Lidiane Gomes Rocha de Souza 7- Luiz César Ribeiro Gomes Leandro 8- Marcus Antonio de Souza Santos 9- Mario Otávio Pereira de Souza 10- Patrick Rabello de Almeida 11- Bruno Flausino da Gama 12- Angelo dos Santos Passos
Triatlon
1- Rodolfo Freitas do Nascimento
Volei de Praia
1- Rhuan de Oliveira Ferramenta 2- Rhonney de Oliveira Ferramenta
Lutas Associadas
1- Maicon Barreto Gomes
Luta Olímpica
1- Ricardo Ferreira Pessanha Jr. 2- Jomar Almeida Jr.
Motocross
1- Fábio Roberto dos Santos
Taekwondo
1- Douglas Marcelino

5 comentários:

Antônio Marcos - Venda Nova disse...

Mocaiber, pobre é para sofrer. Não bastasse as condições sub-humanas que os desabridgados pelas enchentes de janeiro/2007, acomodados em barracos de compensados em frente ao CIEP do Pq. Guarús há quase um ano,o corte do vale-alimentação, oes cândalo dos vale-transportes, no esporte os pobres também são discriminados. Governo elitizado e envolvido num mar de lama.
Cuidado Dr. Mocaiber, em 2008 tem eleições e Garotinho (não se pode subestimá-lo)está de volta. O povo campista saberá dar o troco a sua crueldade com os pobres.

Luís Cláudio Paravidini disse...

Graças a DEUS, parece que Cordeiro vai "pegar mata". O esporte, o atletismo, não merece esses desumanos a frente.

Antônio Carlos Ferreira - Ligeirinho disse...

Atenção colegas corredores, há um boato que vai mudar a presidência da Fundação de Esportes em Campos.
Vamos nos reunir esta semana para fazermos uma manifestação da discriminação que fizeram conosco, que divulgamos Campos em todo o Brasil.
Vamos levar faixas, soltar fogos e exigir a inclusão de Fabiano, Luís Cláudio, Edinho, Jorge Luís, Oxigênio e tantos outros atletas colegas nossos.
Vamos nos manifestra em frente a casa do Prefeito, no CESEC e panfletar no calçadão. Já temos alguns empresários que se comprometeram a nos ajudar com dinheiro para tomarmos essa atitude. CHEGA DE DISCRIMINAÇÃO. QUEREMOS LOCAL PARA TREINAMENTO, QUEREMOS TER DIREITO AO BOLSA ATLETA. SOMOS ATLETA, PORÉM SOMOS POBRES, POR ISSO ELES "GAGAM" PARA NÓS.

Reginaldo Abreu - Esplanada disse...

Nós atletas de corrida de rua, esperamos professor que em 2008, o seu projeto do Circuito Campista de Corrida de Rua seja colocado em prática.
Não espere nada do Poder Público. O Sr. sempre fez corridas com apoio do Itaú e outras empresas.
Faça iso por nós. Só o senhor que é da área e já foi corredor sabe das nossas dificuldades e sacrifícios para continuar treinando e competindo, as vezes.
Contamos com o Senhor.
Um abraço.
Reginaldo Abreu - Pq. Esplanada

Anônimo disse...

O Atletismo, especialmente a corrida de rua, em Campos inexiste. Uma das primeiras corridas que Cordeiro fez, foi na inauguração da ponte Rosinha. O Sr. tinha que ver que bagunça. Nos colocaram no meio dos carros e do povo, num tremendo risco de acidentes. Eu desisti antes de terminar a prova. Eles são sem noção. Não entedem nada de corrida. Nos usaram politicamente naquele dia. Graças a DEUS o boato é que eles vão embora. Torcemos que o Sr. seja aproveitado. Participei de quase todas as corridas que o senhor fêz. Todas muito bem organizadas.