terça-feira, 15 de setembro de 2015

PROF. ESP. ALMIR DIÓGENES FACCHINATTO



PROF. ESP. ALMIR DIÓGENES FACCHINATTO

 CURSOS MINISTRADOS NOS SEGUINTES EVENTOS:

1- Curso em Módulos de 6 horas no Instituto Fitness São Paulo 2009;
2- Congresso / FIEP em Foz do Iguaçu 2005/ 2006/ 2007/ 2008/ 2009/ 2010/ 2011;
3- 1º Ecofitness / FIEP em Bonito MS de 04 a 08 de outubro de 2005;
4- 2º Meeting de Treinamento de Força Tavicco Moscatello de 02 a 04 de junho 2006;
5- 3º Meeting de Treinamento de Força Tavicco Moscatello de 01 a 03 de junho 2007;
6- ESEF - Escola Superior de Educação Física de Jundiaí ago. 2006/ set. 2007/ set. 2008;
7- FMS – Fit. Manag. School- Certificação de Gestores para Academias 15 nov. 2007;
8- Várias Palestras em Médias e Grandes Academias de São Paulo e Interior;
9- Docente da Pós Graduação em Metodologia de Treinamento Desportivo na UNIBAN 2009;
10- Workshop Regional FIEP em Campina Grande – PB – 16 a 18 de abril 2010;
11- Workshop Regional Faculdade Maurício de Nassau – FIEP – Recife – PE 19 a 22 de abril 2010;
12- Participante do Professores Sem Fronteiras FIEP – Região Nordeste 2;
13- 6º Congresso Regional de Educação Física FIEP – Maceió -AL – 23 a 25 de abril 2010 - Workshop Regional Faculdade de Sergipe – FIEP – Aracajú – SE – 23 a 28 de abril 2010 ;
14- Workshop Regional Universidade Católica de Salvador – FIEP/CREF-13 – Salvador – BA – 28 de abril a 1 de maio 2010;
15- Curso de Extensão Especialização Universitária do Departamento de Medicina Social e do Trabalho, Medicina Legal e Ética Médica da Faculdade de Medicina da USP em parceria com o Instituto BioDelta (Dr. José Maria Santarém) 25 de setembro de 2010;
16- Curso de Extensão Universitária na UGF-SP 16 e 17 de outrubro 2010;
17- Professores Sem Fronteiras FIEP Congressos na região centro-oeste – Mato Grosso do Sul-MS de 15 a 17/4/2011;
18- Mato Grosso- MT de 18 a 20/4/2011, Goiás-GO de 21 a 23/4/2011, Distrito Federal-DF de 24 a 27/4/2011;
19- Tocantins -TO de 28 a 30/4/2011;
20- Curso de Extensão Universitária na UGF-SP 18 e 19/06 -15 e 16/10 2011 em São Paulo;
21- Professores Sem Fronteiras FIEP Congressos na Região Sudeste Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo de 02 à 15 de abril de 2012;
22- Curso de Formação em Manutenção abril de 2012 e setembro de 2012 UNISINDECLUBE;
23- Curso de Formação em Manutenção abril de 2013 e agosto de 2013 UNISINDECLUBE;
24- Curso de Formação em Manutenção de bikes abril de 2014 UNISINDECLUBE;
25- Curso de Formação em Manutenção de esteiras maio de 2014 UNISINDECLUBE;
26- Curso de Formação em Manutenção agosto de 2014 UNISINDECLUBE;
27- Curso de Formação em Manutenção completa abril de 2014 Outfitmixx- FIEP SP;
28- Curso de Formação em Manutenção de esteiras setmbro de 2014 Outfitmixx- FIEP SP;
29- Curso de Formação em Manutenção completa dezembro de 2014 Outfitmixx- FIEP SP;
30- Curso de Formação em Manutenção completa maio de 2015 Clerysports- FIEP RS (Santa Maria).

Curso de manutenção de equipamentos de academias



Gestão com uma nova Metodologia em Manutenção de Equipamentos de Musculação, Fitness, e meios estruturais em Academias




OBJETIVOS:

Proporcionar informações atualizadas abordando dicas e procedimentos relacionados à manutenção em aparelhos de musculação, bicicletas ergométricas, esteiras elétricas e eletrônicas, spinner, steper, elípticos e equipamentos de pilates. A escolha de tipos espelhos e de pisos, entre outros elementos estruturais que compõem a academia, que poderão ser discutidos, facilitando o demonstrativo das vantagens e desvantagens na utilização de diferentes materiais originais e ou similares.

PÚBLICO ALVO:

Proprietários, Gerentes, Coordenadores, Professores graduados e graduando e Funcionários de manutenção e limpeza em academias, studios, clubes, spas, condomínios e clínicas fisioterápicas.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO COMPLETO:

DEFINIÇÃO - SERVIÇO DE MANUTENÇÃO:
Preventiva/corretiva;

MANUTENÇÃO EM APARELHOS DE MUSCULAÇÃO:
Manutenção e Limpeza da Estrutura (tipos de pintura e cromeação);
Tapeçaria (courvim ou injetado);
Guias;
Ttipos de polias e rolamentos;
Cabos de aço; cinta de aço;
Fita de poliéster. 

CRONOGRAMA DE FUNCIONABILIDADE:

Quantidade de aparelhos conforme instalações e terreno;
Condições ótimas de utilização dos equipamentos;
Otimização de retorno: máximo tempo possível de utilização;
Ciclo de vida dos aparelhos - Programas de manutenção (conservação e limpeza) - Reparação de avarias e manutenção corretiva - Previsão e controle de consumos por hora de funcionamento - Consumos de eletricidade, água - Produtos para manutenção e limpeza.
 
MANUTENÇÃO EM BICICLETAS ERGOMÉTRICAS (TODOS OS TIPOS);

MANUTENÇÃO EM ESTEIRAS ELÉTRICAS e ELETRÔNICAS;

MANUTENÇÃO EM SPINNER MECÃNICA e MAGNÉTICA;

MANUTENÇÃO EM ELÍPTICO e STEPER;

ESCOLHA, COLOCAÇÃO E MANUTENÇÃO DE ESPELHOS PARA SALAS DE: - Musculação (pesos livres, personal); sistemas; spinner; lutas infantil;

ESCOLHA, COLOCAÇÃO E MANUTENÇÃO DE PISOS PARA SALAS DE: - Musculação (pesos livres, personal); sistemas; spinner; lutas; infantil;

ESCOLHA, COLOCAÇÃO E MANUTENÇÃO DE PISOS PARA: - Recintos e fundo de piscinas, vestiários, box e áreas úmidas;

ESCOLHA, COLOCAÇÃO E MANUTENÇÃO DE TATANIS PARA: - Todos os tipos de lutas e Sala infantil;

ESCOLHA, ORGANIZAÇÃO E MANUTENÇÃO DE ROUPEIROS E BANCOS PARA VESTIÁRIOS: - Visando uma melhor organização espaço físico e visual no vestiário e fit closed;

ESCOLHA, COLOCAÇÃO E MANUTENÇÃO DE VENTILADORES, CLIMATIZADORES E AR CONDICIONADOS: - Para todas as áreas da academia;

ESCOLHA E MANUTENÇÃO EM EQUIPAMENTOS DE PILATES: - Visando o melhor aproveitamento do espaço físico e dos aparelhos


quinta-feira, 10 de setembro de 2015

A força dos símbolos

 A força dos símbolos

Foto mostrou que aquela multidão que arrisca a vida para fugir do terror e da miséria tem identidade, não é feita de números, são pessoas, são Aylans de várias idades

A imagem do menino sírio Aylan Kurdi, de 3 anos, encontrado numa praia turca, náufrago de um barco com outros 11 refugiados, dividiu a imprensa no mundo entre a maioria dos grandes jornais que preferiu publicar a versão menos chocante — a de um policial carregando o corpo — e os que optaram pela foto mais impactante, do corpo de bruços, estendido na areia. No primeiro caso, o argumento para a opção de não publicar foi que a imagem iria ferir a sensibilidade dos leitores e seria um desrespeito à dignidade da família do morto. De uma forma ou de outra, ela provocou um choque de realidade no mundo, sem o qual a Europa, provavelmente, continuaria fechando os olhos para a que é considerada a pior crise de refugiados desde a Segunda Guerra Mundial.

Faz lembrar o que aconteceu há 43 anos, quando a menina vietnamita Phan Thi Kim Phúc, de 9 anos, nua, chorando, fugindo do inferno, com 65% do corpo queimados por napalm, sacudiu a consciência dos americanos já meio anestesiada pela rotina do conflito e com isso ajudou a pôr fim à inconsequente aventura no Vietnã. Phan, vivendo no Canadá com seus dois filhos, se disse envergonhada de ver seu corpo nu exposto para o mundo. Mas ela mesma forneceu o principal argumento para a publicação: “Eu acho que todas as pessoas deveriam ver essa foto, porque ela mostra claramente como uma guerra é terrível para as crianças. Você pode ver o terror no meu rosto. Basta para as pessoas aprenderem”.

Em geral, a palavra suscita reflexão, enquanto a imagem produz reflexo. Nos exemplos da menina vietnamita e do menino sírio, porém, a fotografia exerce as duas dimensões, levando também à reflexão. No manual de jornalismo não existe um item sobre o que fazer em situações como essas especificamente. Fica a critério de cada editor decidir entre o que é choque necessário e o mero recurso apelativo. Nem sempre a escolha é fácil: a obrigação de atrair o interesse do leitor ou espectador é grande e às vezes faz ultrapassar fronteiras.

Quando uma imagem se torna símbolo de uma guerra ou de uma crise humanitária? Por que em meio a dezenas de fotos publicadas diariamente sobre a tragédia dos refugiados, justamente essa do menino foi a que comoveu o mundo? Talvez porque mostrou que aquela multidão que arrisca a vida para fugir do terror e da miséria tem identidade, não é feita de números, são pessoas, são Aylans de várias idades. Esse é o segredo da imagem quando se torna símbolo. Quem sabe a Humanidade tenha despertado para evitar que a cena da praia venha a ser uma alegoria — a do naufrágio do seu futuro.

Apenas o palpite de quem não é nem a Kogut nem o Xexéo. Mas, se for confirmado que o genial Alexandre Nero vai viver um paciente de esclerose múltipla, será um grande momento da nossa teledramaturgia.


Zuenir Ventura - 09/09/2015 0:00


quarta-feira, 13 de agosto de 2014

3º TORNEIO ESPAÇO ARTEFÍSICA DE SUPINO RETO






FICHA DE INSCRIÇÃO
DO 3º TORNEIO ESPAÇO ARTEFÍSICA DE SUPINO RETO

*Nº_______

Nome: __________________________________________________

Endereço: _______________________________________________

Bairro: _____________________ Cidade: _________________ UF: __

CEP: ______ - ____ Tel: _____________ Data de Nasc.: ____/___/___

Peso Estimado: ____Kg *Peso no Dia: ____Kg  *Categoria: _________

Academia: __________________________ Técnico: ______________
 (preencher com letra legível)

Os campos com asterisco não preencher, exclusivo para uso da organização.

TERMO DE ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE

Declaro para todos os fins de direito que disputo o 3º Torneio Espaço Artefísica de Supino Reto por livre e espontânea vontade, isentando de quaisquer responsabilidades os organizadores, patrocinadores e apoiadores da competição, em meu nome e dos meus herdeiros.

Declaro ainda, gozar de boa saúde e ter treinado apropriadamente para disputa da prova. Os organizadores em qualquer emergência tem minha prévia autorização para contatar o médico disponível mais próximo e/ou utilizar ambulância de pronto socorro para transportar-me ao mais próximo hospital, ficando as despesas sob minha única e exclusiva responsabilidade.
Autorizo o uso de minha imagem a título gratuito, em fotos, filmes ou gravação relativos ao evento.

Campos dos Goytacazes, ___ de ___________________ de 2014.

_______________________________________
Assinatura do Competidor

______________________________________________
Assinatura do Responsável (se menor de idade)


quarta-feira, 6 de agosto de 2014

3º TORNEIO ESPAÇO ARTEFÍSICA DE SUPINO RETO




REGULAMENTO
DO 3º TORNEIO ESPAÇO ARTEFÍSICA DE SUPINO RETO

ARTIGO 1º – Da data:
O evento será realizado no dia 30 de agosto de 2014 (sábado).

ARTIGO 2º – Do Horário:
O início da competição está prevista para às 15h30min.

ARTIGO 3º – Do Local:
O evento será realizado em frente a Academia Espaço Artefísica, situada na Rua Cons. José Fernandes 529, bairro Pelinca.

ARTIGO 4º – Das Inscrições:
As inscrições deverão ser previamente entregues aos organizadores podendo ser feitas até uma hora antes do horário previsto para o início. A taxa de inscrição é de R$ 10,00.

ARTIGO 5º – Da Pesagem:
A confirmação do peso do competidor será feita antes da prova em balança disponibilizada pelos organizadores do evento.

ARTIGO 6º – Das Categorias:
As categorias estão divididas da seguinte forma:
CLASSE JÚNIOR: até 20 anos de idade
1- PESO LEVE – até 65 Kg
2- PESO MÉDIO – de 65,10 Kg a 75 Kg
3- PESO PESADO – acima de 75 Kg
CLASSE SÊNIOR: acima de 20 anos de idade
1- PESO LEVE – até 70 Kg
2- PESO MÉDIO – de 70,10 Kg a 80 Kg
3- PESO PESADO – acima de 80 Kg
CLASSE ABSOLUTO: qualquer peso e idade

ARTIGO 7º – Dos Procedimentos para Execução:
O competidor poderá ter ajuda para colocar e tirar as anilhas na barra, além de segurança quando estiver executando o exercício.

ARTIGO 8º – Da Execução Correta do Exercício:
O exercício deverá ser executado de forma inteira, ou seja, o competidor deverá estender totalmente os braços e na volta tocar com a barra no seu peito. Ficará a cargo dos juízes julgarem se o exercício está sendo executado, ou não, de forma correta.

ARTIGO 9º – Do Critério para Desempate:
Caso houver empate entre competidores da mesma categoria, o critério para desempate será a idade, ou seja, o competidor com menos idade será o vencedor.

ARTIGO 10º – Da Premiação:
Os vencedores de cada categoria serão agraciados com troféus. Os segundos e terceiros colocados serão agraciados com medalhas.

OS CASOS OMISSOS NESTE REGULAMENTO SERÃO RESOLVIDOS E DECIDIDOS ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE PELA COMISSÃO ORGANIZADORA DO EVENTO.