quarta-feira, 7 de novembro de 2007

PROFISSIONAL E ESTUDANTE MANDAM O RECADO:

Estudamos, sim. E muito! A paixão por esportes costuma ser fator determinante para quem escolhe cursar educação física. Mas, ao contrário do que muita gente pensa, o curso não se resume apenas às atividades práticas. As matérias teóricas, como fisiologia, bioquímica e biologia são importantes, também, por enriquecerem o conhecimento e capacitar realmente um bom profissional.

2 comentários:

Prof. Marcos Antônio - Itaperuna disse...

As matérias teóricas do curso de graduação em Educação Física, citados no texto, são as que dão o diferencial do regular, bom, muito bom e ótimo profissional de Educação Física. Atentai-vos alunos, professores e Instituições de Ensini Superuior em Educação Física.

Prof. Eduardo Lontra disse...

O nível das graduações em Educação Física estão deixando muito a desejar. O resultado disso é o nível dos profissionais que são despejados no mercado anualmente, especialmente em Campos.
Com duas Universidades com graduação em Educação Física era para termos profissionais exercendo trabalhos científicos em prol da população campista. Isso é uma recomendação do MEC. Agir comunitariamente.