quarta-feira, 7 de novembro de 2007

O MERCADO INTERNACIONAL DE COCAÍNA!

De trabalho inédito da ONU da América Central!
1. Produtividade em kg/ha: Peru 5,4 / Bolívia 6 / Colômbia 7,5.
2. Demanda de Cocaína em Toneladas/ano: EUA 260 / Canadá 20 / Europa 180 / América do Sul 100 / África 47 / Ásia 15 / Oceania 8. Total 630 toneladas.
3. Capacidade de Produção em ton/ano: Bolívia 87 / Peru 162 / Colômbia 1.080. Total 1329 ton/ano.
4. Demanda + apreensões = oferta necessária: 630 + 756 = 1.386. Em 2005 foram produzidas 1380 toneladas.
5. Para os EUA vão 494 toneladas sendo que e média 47% apreendida em diversos pontos no percurso. Em 2000 foram apreendidas 117 toneladas. Cresce ano a ano. Em 2005 foram apreendidas 234 toneladas. 74% da apreensão se dá no corredor do sudeste (pelo México...).
6. Apreensões ano passado na Guatemala 38 ton. No México 30 toneladas. Pela Guatemala em direção ao corredor México-EUA transitam entre 330 e 350 toneladas.
7. O comércio-translado é segmentado. Colômbia coloca nos pontos de translado para a América Central (Panamá, Guatemala).
8. Preço por KG: Chega a Guatemala por 5 mil dólares o kg. Chega ao México por 7 a 7.800 dólares. Chega a Houston e Los Angeles a 14 a 20 mil dólares o KG.
9. Bolívia abastece mais o cone sul e Peru a Ásia, América do Sul e algo Europa. Colômbia 80% da produção para os EUA num valor de 1,9 bilhão de dólares ou 470 toneladas. Perdas na América Central alcançam 257 milhões de dólares.
10. Custo de translado: segurança+suborno a exércitos e policias+fretes+custo de embarcações descartáveis +... = 15% ou 246 milhões de dólares por ano. Saldo a favor na rota Colômbia-EUA: 1,4 bilhão de dólares.
11. 706 milhões de dólares com intermediários tipo guerrilha+paramilitares que repassam aos produtores 300 milhões de dólares e ficam com 406 milhões.
COCAÍNA: OUTRAS NOTAS!
1. Brasil e Guatemala são recordistas de numero de aviões e helicópteros particulares o que é um indicador de narcotráfico.
2. Na Guatemala o aluguel de uma pista particular preparada para receber vôos de traficantes é de 25 a 50 mil dólares por pouso.
3. Os kaibiles -o BOPE do exército guatemalteco- considerados das melhores forças especiais do mundo, são atraídos com salário de 3 mil dólares mensais, e atuam principalmente no México como sicários.
4. O corredor da Guatemala tem movimento anual entre 700 milhões e 1 bilhão de dólares ou de 1,5% a 2% do PIB.
5. Produção de Amapola na fronteira com México: começou com 25 hectares controlada por grupos mexicanos. O látex da amapola é processado no México.
6. Atenção! Onde passa o atacado de droga não há rede de varejo. O varejo é abastecido de forma capilar. VAREJO DE COCAÍNA COMO REDE, SÓ OCORRE NOS EUA E NO BRASIL!
Fonte:Do ex-blog de César Maia 06/11/2007

Um comentário:

Vasconcelos de Miranda disse...

Acho que por falta do que blogar, César Maia bloga estas besteiras. Daqui a pouco os EUA, vem com uma de guerra contra o narcotráfico para cima do Brasil, como fez no Iraque (guerra contra o terror), só para apropriar-se dos nossos mananciais de riquezas naturais. Quem não tem o que falar, melhor manter-se com a boca fechada.
É clara com essa matéria sua tentativa de alfinetar o governo federal.