segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

“MÚSICA DE UMA NOTA SÓ”

Há muito que, no intuito de colaborar, estamos sugerindo ao governo municipal, através das autoridades públicas responsáveis pelo esporte em Campos, uma melhor infra-estrutura para se desenvolver o esporte em Campos.
Temos plena convicção que um projeto sério, bem elaborado e bem executado, no sentido de dotar a cidade de uma infra-estrutura que atenda as demandas da prática desportiva e proporcione a todos os cidadãos campistas, especialmente aos de menor condição sócio-econômica e aos moradores do interior (Baixada Campista, Região Norte, Guarús e Região Sul), condições da prática desportiva.
Entendemos que só dessa maneira o velho e conhecido jargão: “Esporte é melhor forma de se tirar criança da rua” se transforme em: “Esporte é a melhor ferramenta para se evitar crianças na rua”. Ao longo do tempo, esse nosso discurso (ou música de uma nota só) tem tomado corpo, através de pessoas e Instituições que comungam com esse pensamento e ideal. Na semana que passou foi notícia nos jornais a reunião dos dirigentes do Americano, Goitacás e Rio Branco, no intuito de reivindicar ao Poder Público municipal um estádio aos moldes do Estádio da Cidadania (Raulino de Oliveira), em Volta Redonda.
Acredito que os dirigentes dos clubes acima citados não estão preocupados com o desenvolvimento do esporte como um todo e com oportunidades para todos. Na verdade, deixam claro que o que eles querem é reivindicar melhorias para um só desporto, já tão contemplado pela municipalidade. O Poder Público repassa milhares de reais mensalmente para os clubes campistas e executa um projeto, político diga-se de passagem, de massificação do futebol. É o projeto “Bola na Rede” ou “Balançando a Rede”.
Espaço físico, Campos tem. Dinheiro, Campos tem. Patrocinadores em potencial, Campos tem. A princípio não falta nada, mas falta sim uma pequena ou grande coisa: vontade política. Veja o exemplo de Volta Redonda, que só para ilustrar é a cidade do Tiago Pereira, nadador recordista de medalhas e campeão pan americano de natação.

3 comentários:

Prof. Luís Carlos disse...

Professor mostre no seu Blog o estádio da cidadania em Volta Redonda, um dos mais modernos do Brasil.

Quem sabe as autoridades campistas não se motivem a investir num estádio. Embora, concorde com você no que diz respeito a infra estrutura, acho que Campos merece uma Vila Olímpica, nos padrões internacionais.

Somos pré-candidatos a sediar uma Olimpíadas nos próximos anos, não é verdade? Pode ser que Campos com essa infra estrutura seja contemplada com algumas competições, no caso de ser o Rio de Janeiro o estado sede.

Fica a dica.

Professor da FME disse...

A FME é uma instituição política. Mas para fazer plítica para Nildo Cardoso.

Anônimo disse...

Será que os empresários capitaneados pelo vereador ceramista receberam obras e serviços contactados por ele.