segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

ARTISTA DE RUA

A arte popular e a sobrevivência humana. Populismo eleitoreiro é fornecer cheques, cartões, sacolões e sei lámais o quê. Porém, o governo que usa desses expedientes é o mesmo quenão permite que esses artistas anônimos mostrem sua arte de forma singela.
A Divisão de Posturas não costuma deixar esses artistas trabalharem emCampos. No entanto, permitem que o início da Av. Alberto Torres, no"coração" da cidade, seja tomado por trailler's de forma desordenada esem controle e fiscalização.
O local é de deixar envergonhado todoscampistas que amam a cidade e sabem do potencial que temos. Este registro foi feito no Boulevard Francisco de Paula Carneiro(calçadão) em frente a loja Itapuã Calçados, em 07/02 - quinta-feira

Um comentário:

Rubinho disse...

Professor, essa não é uma estátua de Paulo Feijó, não?

O então o retrato do futuro de Paulo Feijó.