terça-feira, 28 de outubro de 2008

LEGISLATIVO CAMPISTA PARA 2009 SOFRE MUDANÇA
O antenado jornalista Ricardo André acompanhou o processo de indeferimento de registro da candidadura de Ilsan Vianna. Segundo publicou em seu Blog, o TSE deu provimento ao seu recurso e, dessa forma, a candidata do PDT vai ocupar uma das 17 cadeiras no Legislativo Municipal na próxima legislatura, a partir de 2009. Com certeza a vereadora eleita fará parte do bloco de oposição a Prefeita eleita Rosinha Matheus, porém, segundo minha análise, se Rosinha conseguir a maioria na Câmara o seu fado vai ficar bastante pesado, pois as cobranças de suas promessas serão muitas, e como vereadora de oposição terá muita dificuldade de cumpri-las. Ela vai assumir a vaga que, até então, estava nas mãos do vereador mais antigo da Câmara Municipal, Ederval Venâncio. Agora o único representante legítimo da comunidade de Travessão é o vereador eleito Papinha.

3 comentários:

Ricardo André Vasconcelos disse...

Vitor, me desculpe mas precisei corrigir a nota sobre Ilsan depois de receber o e-mail de um advogado. Ilsan ainda nao tem a vaga garantida.
UM abraço

Anônimo disse...

Li no seu blog que Ilsan Vianna obteve êxito em seu recurso e vai ser Vereadora. Acho que a decisão do Ministro Fernando Gonçalves não é exatamente nesse sentido. Embora tenha dado provimento ao RESP, somente anulou os acórdãos proferidos em dois embargos de declaração julgados pelo TRE-RJ, determinando o rexame da matéria como entender de direito.
Por favor ao postar algo, poste com segurança e total certeza, para não vir a confundir mais e mais esta população tão sofrida como a nossa!!!!!!!!!
Quem irá decidir agora é o tre rj, onde ela já foi indeferida várias vezes, creio que o Desembargador Motta Moraes não irá mudar sua decisão!!!!!!!!!!!

Maxsuel disse...

Caro Vitor.

Vejo em seu blog, que Ricardo André teve o cuidado de informar-lhe a coreção da informação, sob o recurso de Ilsan Vianna. Percebi também, que há um comentário postado por autor anônimo aproveitando o texto de meu comentário, inclusive com o erro ortográfico em "rexame". Contudo, informo que a reprimenda ali contida não é minha.