segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

QUISSAMÃ PROMOVE CORRIDA RÚSTICA

Tive a oportunidade de, neste domingo, dia 27, dar um passeio até Quissamã para prestigiar os corredores de rua de nossa Região. Digo Região, pois tenho imenso carinho, não só pelos abnegados atletas campistas, como pelos atletas de Quissamã, Rio das Ostras, Friburgo, Cabo Frio, Macaé, São João da Barra, Itaperuna, entre outras cidades.
Além de prestigiar os nossos corredores, fiz vários contatos políticos com os secretários de esporte de diversas cidades e o prefeito e vice-prefeito de Quissamã. Confira nas fotos abaixo:

Prefeito e Vice-prefeito de Quissamã – Fotos de Breno Longo Braz

O passeio foi ótimo, estiquei, com a companhia de meu filho Breno, até Carapebus e Macaé, observando o desenvolvimento das cidades vizinhas. Pude ver como estamos ficando para trás, especialmente no esporte. A organização da prova de Quissamã foi exemplar. Cento e cinqüenta e quatro corredores completaram a prova, toda informatizada e com um grupo de apoio afinadíssimo e eficaz.

Não obstante, ao maravilhoso passeio, tive que aturar, durante as conversas que tive, antes e após a corrida, com atletas campistas e de várias cidades, assim como personalidades públicas dos municípios vizinhos, a unanimidade dos presentes, quanto à incompetência, o despreparo, o descaso, a falta de comprometimento e irresponsabilidade dos gestores do esporte em Campos.

Críticas foram feitas principalmente pela equipe de corredores campistas, que estavam representando Campos com mais de dez atletas. Nenhum deles receberam qualquer ajuda de custo para participar de tão importante prova e, dessa forma, elevar o nome de Campos no cenário do atletismo regional. Uma pena a falta de apoio que esses valorosos atletas, que treinam horas por dia, todos os dias, que economizam seus parcos recursos para competir fora de Campos.

Nossa Campos não valoriza o esporte mãe, o esporte que originou os demais. Que tem o poder de agregar os menos favorecidos economicamente e, dessa forma, ter a legitimidade de apoio total da coisa pública.

Foto de Ciriniê cruzando a linha de chegada.
Equipe de Campos, faltando alguns atletas que estavam no aquecimentoRoseli e seu marido. Roseli foi um talento descoberto por este blogueiro a oito anos atrás.

Seu Almir Marques e Prof. Aluízio Vasconcelos na chegada

Destaque para os demais municípios visitantes, como São João da Barra e Itaperuna, que tiveram todo apoio dos respectivos gestores públicos, no que tange ao transporte, alimentação, uniforme e diária para os atletas que participaram da prova. Confira os resultados da competição e as fotos dos vencedores nas categorias masculina e feminina no geral:

Geral Masculino:

1º Lugar: Alexandre da Cruz – Nova Friburgo 2º Lugar: Clodoaldo - Petrópolis 3º Lugar: Reginaldo – Nova Friburgo 4º Lugar: Eduardo de Brito – Cabo Frio 5º Lugar: David da Silva Sena – São João da Barra

Geral Feminino:

1º Lugar: Mirlene dos Santos – Nova Friburgo 2º Lugar: Abigail dos Santos – Nova Friburgo 3º Lugar: Isis Costa da Silva - Petrópolis 4º Lugar: Vitória Régia – Nova Friburgo

Vencedores da Corrida de Quissamã

Fotos:

Breno Longo Braz, antes da corrida na Academia Popular de Quissamã.

Foto parcial da Arena de Eventos de Quissamã na praia de João FranciscoO organizador da prova, Prof. Gustavo eo secretário de esportes de Quissamã, prof. George Selem.Prof. Godoy, de Itaperuna e os organizadores da prova e o prefeito de Quissamã

Prof. Vitor Longo de Campos e Prof. Godoy, de Itaperuna. Foto de Breno Longo Braz

10 comentários:

Corredor de Rua disse...

Professor, enquanto tiver um cabeçudo e um zé ninguém a frente do esporte de Campos, não chegaremos a lugar nenhum. É covardia o que eles fazem conosco, atletas que nos dedicamos para melhorar e elevar o nome de Campos, como o Sr. bem disse.
Para nós, ou pelo menos para mim, eles não representam nada.
Mas, nada como uma eleição. Deixa essa turma comigo.

Ligeirinho disse...

Vitor, não participo mais de corrida em Campos que não seja você o promotor. Correr no meio de uma multidão sem segurança e uma bagunça generalizada, como a corrida da ponte Rosinha. Nunca mais!

Anônimo disse...

É por isso que Luís Cláudio, Vanildo, Amaro Jorge, Margarida e muitos outros estão correndo representando outra cidade. Em Campos não há apoio para os melhores atletas, quem dirá para os que estão começando. Nunca vai andar o atletismo em Campos. Sinais de incompetencia e descaso com o esporte.

Rogério disse...

A prioridade da fundação de esportes de campos é comprar medalhas (R$ 84.000,00), montar um elefante branco na lapa, que custou R$ 142.000,00, subutilizado e muitas outras que não são o desenvolvimento do esporte em Campos. Pra mim BASTA!!!

Nadador de Campos disse...

Vitor, será que o presidente da FME conhece os atletas de Campos, os secretários de esportes dos municipuios vizinhos ou até mesmo o prefeito e vice de Quissamã. Não era ele que deveria estar lá junto aos atletas de Campos, prestigiando a cidade vizinha. Poderia até mandar um representante. Poderia, poderia, poderia....Esse cara é fraco demais. Não valoriza nós atletas.

Professor Atleta disse...

Ficamos fora do bolsa atleta, que até tem nadador com sobrenome de político e, segundo comenta-se no meio da natação, não tem indíce e parece que até nem nada. Mas ganha o bolsa atleta. E nós corredores, porque não nos incluiram. Porque não somos federados? Então federe a FME, para que tenhamos essa ajuda tão valiosa para nós, que é direito nosso, pois é lei.

michaela-cefet disse...

Caro professor Vitor,parabéns pelo incentivo aos atletas de nosso Estado.Como o sr. é querido e bem relacionado.

Prof. Manoel Carlos disse...

Que saudade de Lulu Beda e Beto Paixão. Esse carneiro, cordeiro, sei lá o quê, é o maior fiasco do esporte campista dos últimos anos. Não sabe nada! É incompetente para o cargo. Passou a entender um pouco de esporte há oito meses.
Pobre Campos!

Vinicius - Quissamã disse...

A presença do Prefito de Quissamã, num evento esportivo realizado pela municipalidade é um belo gesto de apoio e incentivo ao esporte e aos atletas. Sem falar na sua simplicidade em estar no meio do povo, sem medo de ouvir criticas, ofensas, etc. Éxiste também o prestígio ao Coordenador de Esporte e Lazer de Quissamã, Prof. George.
Sou feliz em morar numa cidade com uma administração competente, digna e honrada.
Valeu Dr. Armando.

Aluno intrigado disse...

Professor, Friburgo é mais rica do que Campos? Se não é, porque o esporte lá é mais desenvolvido do que em Campos. Será falta de competencia, irresponsabilidade, jabaculê, falta de comprometimento, ou o quê?