sexta-feira, 26 de outubro de 2007

CABRAL DEFENDE ABORTO CONTRA VIOLÊNCIA NO RIO DE JANEIRO

Governador do Rio evoca livro de americanos que defendem a tese. "Interrupção da gravidez tem tudo a ver com a violência pública", afirma. O governador Sérgio Cabral Filho (PMDB), 44 anos, propõe a legalização do aborto como forma de conter a violência no Rio de Janeiro. Em entrevista ao G1 na última segunda (22), ele se valeu das teses dos autores de "Freaknomics", livro dos norte-americanos Steven Levitt e Stephen J. Dubner, que estabelece relação entre a legalização do aborto e a redução da violência nos EUA. 1. Este Ex-Blog fica muito triste com esta declaração de nosso governador. Na verdade são exercícios abstratos de correlação entre variáveis. Começaram na Inglaterra em aulas de matemática, para gozar os economistas, quando se demonstravam correlações absolutas de 100% -por exemplo- entre a taxa de crescimento do consumo de pêssegos num país e de bolas de gude em outro. 2. Esses exercícios deram origem a cálculos que faziam correlações menos absurdas, mas também de 100% ou quase. Nos Estados Unidos houve uma forte queda dos delitos, especialmente dos homicídios no país todo, nos anos 90.3. Com isso todas as variáveis -críveis- que tiveram uma variação semelhante foram usadas como explicação. O governo dos EUA falava de numero de detenções, de apreensões de armas, de apreensões de drogas, de repressão aos pequenos delitos... A correlação com o aborto é uma alegoria usada no Freaknomics, que se não tratar de correlações inusitadas, não vende o livro. Não é para levar a sério, governador. Do ex-BLOG de César Maia – 25/10/2007

2 comentários:

Jackeline disse...

Este irresponsável quer conter problemas sociais pelo exterminio de pobres.Discriminando os seres humanos que tem o direito de viver a vida que lhe foi concebida,
O que precisa realmente é exterminar com esses polítiqueiros,para que as oportunidades sejam melhor distribuidas para todos.

Claudio disse...

ÓTIMO"CAMINHO NOVO SE FAZ CAMINHANDO..."