quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

DEUS EXISTE.
No sábado passado tive a oportunidade de ouvir por algumas vezes num mesmo momento, por duas pessoas diferentes, essa expressão "DEUS EXISTE". É que me aventurei a rebocar na minha carrocinha uma carga que excedia em muito a sua capacidade, do Pq. Eldorado até o Pq. São Caetano. O resultado foi que logo no Pq. Fundão um dos pneus estourou. Para minha sorte bem próximo tinha uma borracharia e que apesar do feriadão, ãs 15 horas, se encontrava aberta, . O borracheiro, utilizando dois macacos tipo esteira conseguiu levantar o reboque, que estava com aproximadamente uma tonelada de carga, e retirar o pneu estourado. Tentamos colocar o pneu reserva do meu carro no reboque, mas o pneu não era da padronagem do reboque. Nesse instante surge um senhor já idoso e oferece ajuda. Aceitamos de imediato e ele nos arrumou um pneu do mesmo tipo que era usado no reboque. Perguntei-lhe quanto custava e ele me respondeu: nada, "DEUS EXISTE". O borracheiro então montou a roda e colocou-a com muita dificuldade devido ao peso excessivo da carga no reboque, e eu lhe perguntei: quanto lhe devo? Ele me respondeu: Nada, "DEUS EXISTE". Mas o episódio não terminou aí. Quando dei partida no carro para meu destino verificamos que a roda estava pegando na ferragem do reboque e iria estourar outro pneu a poucos metros dali. Notamos, então, que o eixo do reboque estava empenado. Por alguns minutos estudamos um meio de solucionar o problema e chegamos a um consenso: deveríamos torcer o eixo para que a parte empenada ficasse em outra posição que não atrapalhasse o pneu rodar de forma livre. A solução encontrada passava pelo trabalho de descarregar toda a carga do reboque para que pudéssemos atingir ao objetivo proposto. Mãos a obra, descarregamos quase uma tonelada de carga. Viramos o reboque de cabeça para baixo, folgamos os parafusos e rodamos o eixo. Tornamos a colocar a carga no reboque e perguntei novamente aos dois senhores que ficaram horas trabalhando pesado e de forma bastante solidária que, diga-se de passagem, são fatos de grande raridade nos dias atuais: quanto lhes devo? E eles me disseram mais uma vez: "nada, mas quando alguém precisar de sua ajuda, não se furte a ajudar, diga para ele "DEUS EXISTE". A estratégia de torcer o eixo do reboque deu certo e claro que dei uma "gratificação"aos dois, mas isso não vem ao caso. O mais marcante em todo esse relato foi o espírito de solidariedade dos dois senhores. Ao refletir sobre esse episódio que relatei percebi que ainda existe neste mundo "cão" pessoas boas e solidárias e que realmente DEUS EXISTE e se manifesta em algumas pessoas.

Um comentário:

discípula disse...

E vim parar justamente aqui, agora!
Deus existe! E abençoe muito este blog! Onde Deus está há abundância de alegria e paz!